10% de Desconto no PIX

Lousa Infantil

ORDENAR POR:

Lousa Infantil: por que comprar uma?

A lousa infantil são muito comum em estabelecimentos de ensino, mas há algum tempo se tornaram uma excelente oportunidade de aprender e se divertir em casa, razão pela qual cada vez mais papais e mamães a adquirem para dar aos pequenos a oportunidade de se desenvolverem e se aprimorarem de forma lúdica.

Você sabe como surgiu a lousa infantil e de que forma ela chegou às escolas do mundo inteiro? Quando pensa em lousas infantis, ainda vem a sua mente aquela imagem do quadro negro?

Saiba que hoje há muitas outras possibilidades. Portanto quer conhecê-las e saber por que comprar uma é uma excelente pedida? Siga lendo este post!

O que é uma lousa infantil e qual a sua finalidade?

A ideia de separar um lugar e um tempo exclusivamente para o aprendizado vem desde a Antiguidade clássica. Mas, apesar disso, ter acesso à educação era uma atividade reservada apenas para um seleto grupo de privilegiados.

Foi somente a partir da Idade Moderna que as escolas se popularizaram e abriram as portas para uma parcela maior da sociedade. Com os ambientes escolares sendo frequentados por mais pessoas, novas metodologias precisaram ser criadas e outras aperfeiçoadas.

Para nós, que frequentamos a escola atual, às vezes parece que a lousa infantil é algo natural, que existe nas salas de aula desde sempre.

E por isso perdemos de vista que ela foi uma invenção revolucionária do ato de educar porque possibilitou que os conteúdos a serem ensinados fossem ministrados de forma mais eficiente, precisa e esclarecedora para os aprendizes. Não é em vão que ela se tornou um padrão praticamente universal nos centros de ensino.

As lousas infantis são de variados tipos e tamanhos e suas principais vantagens, é o baixo custo e o fato dos escritos serem facilmente apagados.

Dessa forma, ela substitui o papel em muitos momentos, dando a possibilidade de ensinar conteúdos variados sem a necessidade do material didático adicional.

Essa tecnologia começou com o tão popular quadro negro e passou por aperfeiçoamentos como o quadro branco e a lousa infantil magnética chegando até as lousas infantis digitais disponíveis nos dias atuais.

Quando surgiu e de que forma se popularizou a lousa infantil?

De acordo com registros históricos, no século XVIII, os estudantes já utilizavam placas de uma rocha chamada ardósia como lousa infantil individual. Juntamente com essas placas, eles faziam uso de pedaços de giz e de um pano para apagar o que fosse escrito.

Para a época, este tipo de material didático era bem mais barato do que a utilização de tinta e papel. No entanto, o professor tinha que ensinar individualmente aos alunos, pois as placas eram muito pequenas, feitas para uso particular.

Em 1800, o professor escocês James Pillans, nas aulas de geografia, com o intuito de mostrar mapas em escalas maiores aos seus alunos, juntou diversas placas de ardósia e uma grande lousa infantil, a qual hoje conhecemos como quadro negro. Desta forma, ele conseguiu transmitir seus ensinamentos a todos os estudantes de maneira simultânea.

A ideia foi tão boa que a partir de então esses quadros se espalharam rapidamente por todo o mundo. Para se ter uma ideia, já no ano de 1809, todas as escolas públicas do estado da Filadélfia, nos Estados Unidos, adotaram essa nova invenção.

O sucesso dessa ferramenta foi tanto que atualmente ela é representativa da profissão docente. Um sinal disso, acontece constantemente, a figura do professor sendo retratada na frente de um quadro negro.

Quadro verde x quadro negro

Algumas pessoas se perguntam por que o que chamamos de quadro negro se, muitas vezes, ele é, na verdade, verde. Isso se dá a partir século XX, quando as lousas infantis passaram a ser fabricadas com uma placa coberta com esmalte à base de porcelana. Portanto essa mudança permitiu que fossem utilizadas outras cores de giz além da branca.

Apesar disso, a expressão quadro negro permaneceu sendo usada por ter se popularizado ao longo de mais de um século de utilização da lousa infantil.

O quadro branco

No século passado, mais precisamente na década de 1960, ocorreu mais uma evolução da lousa infantil: o surgimento do quadro branco. Ele também se popularizou muito por cumprir a mesma função do quadro negro, mas com uma vantagem: não gerar pó ao escrever e apagar.

Esse pó sempre foi um problema estético para professores, afinal ele sujava as roupas constantemente.

Além disso, poderia representar também um problema de saúde, já que algumas pessoas tinham crises ao entrar em contato com essa poeira que se formava ao apagar o quadro, especialmente as com dificuldades respiratórias.

Nesse novo quadro, é feito a partir de uma substância chamada melamina, são usados pincéis ou canetas das mais variadas cores. Ademais, tudo o que é escrito é facilmente apagável. Por ser branca, essa lousa infantil garante um ótimo contraste com o conteúdo nela escrito.

O quadro magnético

Com o tempo, os quadros brancos passaram a apresentar um problema: dependendo da qualidade da caneta que se usa, a lousa infantil fica manchada e não se consegue apagar. Há casos em que, usando-se produtos específicos, é possível remediar o problema, mas há outros em que a mancha simplesmente não sai.

Nesse contexto, surgiu mais recentemente o quadro magnético. Nesse novo tipo de lousa infantil, é necessário o uso de pincéis específicos e se pode utilizar ímãs e outros acessórios, fazendo com que qualquer foto ou aviso numa folha de papel fique preso no quadro sem danificá-lo.

As lousas infantis

Nos dias atuais, as crianças têm acesso cada vez mais cedo a smartphones e tablets. Isso pode ter um efeito negativo: elas aprendem a digitar antes mesmo de serem ensinadas a escrever, prejudicando o desenvolvimento da sua coordenação motora fina.

Para evitar que isso aconteça, os pais têm, cada vez mais, investido em maneiras de fazer com que seus pequenos exercitem o uso das mãos, seja para desenhar ou para fazer o movimento de pinça, posicionando, por exemplo, um imã em um quadro magnético.

E assim as lousas infantis se popularizaram, já que este instrumento não apenas explora a criatividade e engaja os pequenos rumo à aprendizagem, mas faz tudo isso de forma lúdica e divertida.

Por meio desse tipo de lousa infantil, as crianças podem ter em casa um material educativo e vê-lo como um brinquedo, o que proporciona para elas momentos de interação com outras pessoas ao mesmo tempo em que treinam a escrita.

Um outro atrativo das lousas infantis é o custo benefício: paga-se um valor atrativo por algo que o pequeno usará por anos. Dependendo do modelo, podem vir inclusos com outros acessórios, como letras e números magnéticos. Além disso as lousas infantis não ocupa muito espaço, se encaixam perfeitamente em apartamentos, por exemplo.

Tipos de lousa infantil

São vários os tipos de lousa infantil. Cada uma é feita para atingir um determinado objetivo no desenvolvimento dos pequenos, bem como um público-alvo específico. Essa variedade faz com que haja mais possibilidades de encontrar uma que combine com o gosto do seu filho.

Lousinha Infantil de Giz Pequena de Mesa Magnética 2 em 1, traz tanto a possibilidade de os pequenos treinarem a escrita com o quadro de giz de um lado, quanto o estímulo da imaginação com o quadro magnético do outro.

É uma lousa infantil que vem com as duas possibilidades em uma só. Ela conta com com 64 peças imantadas de tamanhos diferentes, as quais retratam objetos e seres, além de ser usado no quadro magnético.

Lousas infantis com cavalete

Já a Lousa Infantil Para Criança Quadro Negro e Branco Educativa, conta com um lado para a escrita com giz e do outro um quadro branco, sendo um pouco maior que a anterior.

Além disso, ela tem outros recursos, que são um alfabeto, um relógio analógico e um ábaco, instrumento para a realização de operações matemáticas.

Lousa Infantil Magnética Com Cavalete Letras Giz e Caneta dispõe de um quadro branco para escrever e desenhar com um marcador e ainda com uma área imantada, que possibilita fixar letras e números, proporcionando uma maior contribuição para o aprendizado e para a diversão. Seu diferencial é o formato em cavalete, não sendo necessário, por exemplo, apoiar a lousa infantil sobre a mesa.

As chamadas lousas infantis mágicas também são uma opção divertidíssima para a criançada, pois aguçam o uso da imaginação para a criação de desenhos por meio de imãs, contendo várias possibilidades.

Além dessas, existem ainda várias outras lousas infantis. E você pode conferir todas aqui no nosso site. Ao adquirir alguma delas, pode ter a certeza de que está contribuindo para o aprendizado de seus filhos e proporcionando momentos de lazer de forma saudável, sendo uma excelente alternativa para a substituição de equipamentos eletrônicos.

Fique por dentro das nossas novidades!